Notícias

A+ A A-

14/01/2020

Bolsonaro diz ver

Compartilhe nas redes sociais  
O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) afirmou hoje que o governo pretende aumentar o salário mínimo, cujo valor havia sido definido em R$ 1.039, para repor toda a inflação do ano passado. Segundo o mandatário, o reajuste deve ser confirmado em uma reunião marcada para esta tarde com o ministro da Economia, Paulo Guedes. "Apesar de ser pouco o aumento, quatro ou cinco reais, tem que recompor", disse.... - Veja mais em https://economia.uol.com.br/noticias/redacao/2020/01/14/bolsonaro-diz-ver-brecha-para-aumentar-salario-minimo-tem-que-recompor.htm?cmpid=copiaecola

 

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) afirmou hoje que o governo pretende aumentar o salário mínimo, cujo valor havia sido definido em R$ 1.039, para repor toda a inflação do ano passado. Segundo o mandatário, o reajuste deve ser confirmado em uma reunião marcada para esta tarde com o ministro da Economia, Paulo Guedes. "Apesar de ser pouco o aumento, quatro ou cinco reais, tem que recompor", disse.

 

"Vou reunir com o Paulo Guedes agora à tarde e acho que a gente tem brecha para atender. A inflação de dezembro foi atípica, né, por causa do preço da carne." Bolsonaro declarou ainda que, para cara real que for aumentado, o impacto financeiro seria de cerca de R$ 300 milhões — segundo cálculos da equipe econômica, o valor real é de R$ 319 milhões. "A ideia é, no mínimo né, isso aí [a recomposição]. Para cada um real, aumenta mais ou menos R$ 300 milhões no orçamento.

O aumento do salário mínimo inicialmente fixado para este ano já havia sido sinalizado pelo Ministério da Economia. O tema foi discutido ontem um encontro entre Guedes e empresários. Ainda não há uma definição sobre como esse reajuste será operacionalizado. Segundo reportagem do jornal Folha de S.Paulo, uma das possibilidades é enviar uma sugestão ao Congresso, que ainda vai votar a MP (Medida Provisória) que definiu o valor do mínimo e pode fazer alterações no texto. Para 2020, o Executivo considerou uma inflação mais baixa (3,86%) do que o percentual que foi anunciado oficialmente na última semana (4,48%). Com isso, o salário mínimo passou de R$ 998 para R$ 1.039.

Se o governo optar pela recomposição de toda a inflação do ano passado, o mínimo pode chegar a R$ 1.045.

 

Fonte: economia.uol

 

Voltar Imprimir

Preencha o formulário e atualize o seu cadastro no CORECON.