Notícias

A+ A A-

11/04/2018

CORECON-SP participa do Fórum Mundial da Criança, na Suécia, e visita Escola de Economia de Estocolmo

Compartilhe nas redes sociais  

 

Representando o Conselho Regional de Economia de São Paulo, o Conselheiro Roberto Koga participou do Fórum Mundial da Criança, realizado no dia 11 de abril, no Palácio Real, em Estocolmo, na Suécia. A delegação brasileira participou a convite do Rei Carlos XVI Gustavo e da Rainha Sílvia.

 

O Fórum deste ano teve como tema o empenho em encontrar soluções reais para promover os direitos das crianças no setor empresarial. Segundo os organizadores, o objetivo foi convocar os líderes globais, tomadores de decisões e inovadores de empresas, sociedade civil, academia e governos para busca de soluções aos desafios que as crianças enfrentam em todo o mundo.

 

O Consulado da Suécia em São Paulo elaborou uma extensa programação de visitas, entre outras instituições à Associação dos Empregadores do Setor Industrial, ao Tribunal do Trabalho da Suécia (Arbetsdomstolen), à fábrica da Scania, em Södertälje, e à Ericsson, em Kista.

 

O Conselheiro também visitou a Stockholm School of Economics (Handelshögskolan), quando entregou o ofício-convite do Presidente do CORECON-SP, Manuel Enríquez García, ao Presidente do Departamento de Economia, Richard Friberg para conhecer a sede da entidade dos Economistas em São Paulo, e assim promover um intercâmbio entre as duas Instituições.

 

A escola foi fundada em 1909, conquistou uma reputação de excelência, tanto na Suécia quanto no mundo todo.

 

É classificado como a melhor escola dos países nórdicos e uma das principais da Europa.

 

O objetivo da SSE - Stockholm School of Economics é através do ensino científico e da investigação, fortalecer a competitividade da Suécia.

 

Tem cerca de 1.800 alunos equivalentes em tempo integral (incluindo estudantes de doutorado) com cerca de 250 funcionários organizado em 6 departamentos, 7 institutos de pesquisa e 19 centros de pesquisa.

 

Possui colaboração de pesquisa com 200 universidades internacionais em 40 países e 200 empresas, órgãos públicos e instituições não-acadêmicas.

 

É escola particular de negócios que recebe seu financiamento de fontes privadas, menos de 20% do financiamento vem do governo.

 

Na mesma data, o Conselheiro Roberto Koga visitou à Central dos Sindicatos dos Trabalhadores(LO) formulando convite para visita ao Conselho e assim criar um intercâmbio entre as duas instituições.

 

Quem recebeu o Conselheiro Koga foi o Dr. Claes-Mikael Jonsson, doutor em assuntos sindicais, consultor da Central para assuntos sindicais internacionais, quando fez uma breve explanação histórica da organização sindical sueca.

 

A Central Sindical foi fundada em 1898, mais antiga da Suécia. A primeira central sindical foi em 1824 na Inglaterra.

 

Em 1928 criou-se o Tribunal do Trabalho na Suécia com a regulamentação das regras do acordo coletivo. O Tribunal foi importante para pacificação das relações do trabalho.

 

Na Suécia tem 3 centrais sindicais que representam quase 80% dos trabalhadores:

 

-LO dos trabalhadores metalúrgicos com 14 sindicatos filiados representando 1,6 milhões de trabalhadores.

 

-Serviços de bancos comerciais com 18 sindicatos filiados representando 1,3 milhões de trabalhadores.

 

-De nível superior com 24 sindicatos representando 1,2 milhões trabalhadores.

 

Total de 5,3 milhões trabalhadores na Suécia. 

 

A cultura sueca tem tradição coletiva muito forte. A fonte de financiamento da organização sindical é apenas contribuições associativas.

 

 

Total de fotos: 5
  • Entrega do convite ao professor e presidente do Departamento de Economia Richard Friberg, da Stockholm School of Economics (Handelshögskolan)
  • Visita da delegação brasileira: Fernando Silva Borges, Roberto Koga, Renato Pacheco Neto, Amélia Emi Sato Dimle, Com os professores da Stockholm School of Economics(Handelshögskolan): Richard Friberg, David Domeij, Lars Henriksson e Karin Wiström.
  • Embaixada: Recepção na residência oficial do embaixador brasileiro na Suécia Marcus Vinicius Pinta Gama.
  • Lo convite: Roberto Koga entrega convite ao sr. Claes-Mikael Jonsson, consultor da Central para assuntos sindicais internacionais.
  • Delegação brasileira no Global Child Forum: da esquerda para direita: Marcus Vinicius Pinta Gama, embaixador brasileiro na Suécia; Rafael Dias Marques, chefe de gabinete do procurador-geral do trabalho; Ronaldo José Lira, procurador do MPT; Ronaldo Curado Fleury, procurador-geral do trabalho; rainha Silvia, Fernando da Silva Borges, presidente do TRT-15; Roberto Koga, assessor econômico do TRT-15 e conselheiro do Corecon e Leda Lúcia Martins Camargo, ex-embaixadora na Suécia.
Entrega do convite ao professor e presidente do Departamento de Economia Richard Friberg, da Stockholm School of Economics (Handelshögskolan)
Voltar Imprimir

Preencha o formulário e atualize o seu cadastro no CORECON.